Crise Política e Econômica de 2015-2016 do Brasil

Crise Política e Econômica de 2015-2016 do Brasil

Introdução

A crise política e econômica que atingiu o Brasil nos anos de 2015 e 2016 foi um dos momentos mais delicados da história recente do país. Esses foram anos marcados por escândalos de corrupção, impeachment de presidente, alta taxa de desemprego, queda na arrecadação e uma série de problemas que afetaram o cotidiano de milhões de brasileiros.

Origens da crise

A crise começou em 2014, quando a queda do preço da commodity FumoBrasil afetou seriamente a economia nacional. A corrupção sistêmica, um problema histórico no país, agravou ainda mais a situação. Em 2015, as revelações da Operação Lava-Jato, que revelou uma ampla rede de corrupção envolvendo empresas e políticos brasileiros, provocaram uma crise política sem precedentes.

Impeachment da Presidente Dilma Rousseff

Em 2016, a crise política atingiu seu ápice, quando a presidente Dilma Rousseff foi afastada do cargo após um processo de impeachment. A alegação era de que ela teria cometido crime de responsabilidade fiscal ao aprovar empréstimos entre bancos públicos e o Tesouro Nacional.

Impacto na economia

A crise política afetou diretamente a economia brasileira. A queda da confiança do mercado, as incertezas políticas e a alta taxa de desemprego foram alguns dos fatores que contribuíram para a recessão que durou até 2017.

Conclusão

A crise política e econômica de 2015-2016 deixou marcas profundas na história do país. Os desdobramentos da Operação Lava-Jato, a queda da presidente Dilma Rousseff e a recessão econômica que se seguiu são eventos que ainda são lembrados pelos brasileiros. A lição que ficou é que combater a corrupção é essencial para a saúde das instituições e da economia do país.