O que é impeachment e os presidentes do Brasil

O que é impeachment e os presidentes do Brasil


Impeachment e sua história no Brasil

Impeachment é um termo político que se refere ao processo de destituição de um líder político de um cargo governamental. É um processo constitucional que permite que uma autoridade política do país seja processada e afastada do cargo em caso de irregularidades ou crimes cometidos. No Brasil, o processo de impeachment é regido pela Constituição Federal de 1988. Na história do país, apenas três presidentes foram afastados por meio desse processo.

Collor de Mello

O primeiro impeachment da história do Brasil aconteceu em 1992, quando Fernando Collor de Mello foi afastado do cargo de presidente por acusações de corrupção e lavagem de dinheiro. O processo durou cerca de cinco meses e, ao final, Collor renunciou ao cargo antes que o Senado pudesse julgá-lo.

Dilma Rousseff

O segundo impeachment aconteceu em 2016, quando a presidente Dilma Rousseff foi afastada do cargo por acusações de irregularidades fiscais. O processo foi iniciado na Câmara dos Deputados em dezembro de 2015, e concluído em agosto de 2016, com o Senado votando pela condenação e afastamento definitivo de Rousseff.

Michele Temer

O terceiro impeachment aconteceu em 2017, com a presidente Dilma Rousseff substituída por seu então vice-presidente, Michel Temer. Temer enfrentou um processo de impeachment em 2017, após ser acusado de corrupção e obstrução da Justiça. O processo foi arquivado pela Câmara dos Deputados em agosto daquele ano, mas Michel Temer ainda enfrentaria outras acusações de corrupção durante seu mandato. O processo de impeachment é um mecanismo importante para garantir a responsabilidade e a transparência na liderança política de um país. Contudo, ele deve ser utilizado com responsabilidade e critério, para evitar que seja usado como uma ferramenta política para derrubar adversários.