Prisão de Michel Temer

Prisão de Michel Temer


A prisão do ex-presidente Michel Temer

Na manhã desta quinta-feira, dia 21 de março de 2019, o ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo pela Operação Lava Jato. A ordem foi emitida pelo juiz federal Marcelo Bretas, responsável pelos processos da operação no Rio de Janeiro. A prisão de Temer é resultado das investigações em relação às obras da Usina Nuclear de Angra 3, por suspeita de associação criminosa, lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos. Além dele, outras nove pessoas também foram presas, incluindo o ex-ministro de Minas e Energia, Moreira Franco. Temer governou o Brasil entre 2016 e 2018, após o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Ele é o segundo presidente brasileiro preso por envolvimento em corrupção, depois de Lula da Silva, que cumpre pena desde abril de 2018. A prisão de Michel Temer novamente coloca a Operação Lava Jato em destaque na mídia e na opinião pública brasileira, reacendendo o debate sobre a corrupção e a impunidade no país. Este é mais um capítulo da saga da Lava Jato, que já prendeu diversos políticos e empresários poderosos do país, em uma tentativa de limpar a política brasileira da corrupção endêmica que a assola há décadas. Agora, resta aguardar as investigações e desdobramentos do caso, que prometem agitar ainda mais o cenário político brasileiro nos próximos dias e semanas.